Casar tá na moda

27 maio

Encontrei essa matéria no Diário Catarinense de hoje e achei pertinente para dar uma atualizada no Bendito!

“Casar voltou à moda e com direito à equipe de produção de até 200 pessoas

Perguntada sobre qual é a tendência do segmento de casamentos hoje, a produtora Mari Ferraz responde que é simplesmente tudo
Divulgação / RBS TV
Os produtores de evento estão explorando um mercado que estava meio fora de moda, mas que agora voltou em grande estilo – o casamento. Em Santa Catarina, nos últimos oito anos, o aumento no número de casamento oficiais foi de 37,3%. No Brasil, esse índice chegou a 36,7%, segundo dados do IBGE.

As novas festas não são nada discretas e, quando são, também custam caro. Afinal, discrição exige elegância que exige investimento. No fim das contas, os produtores de eventos e profissionais que trabalham neste mercado agradecem.

Lica Paludo trabalha há 12 anos com produção de eventos em Santa Catarina e há seis percebeu a forte demanda das celebrações de casamento. Isto depois de passar, ela mesma, pela experiência de casar. Hoje, na produtora, os lucros dos matrimônios ficam atrás somente dos eventos corporativos, que ainda ganham em quantidade.

Casamento é uma festa que envolve muito sentimento. É um ritual e um evento para a vida. Trabalhar com casamentos é um bom negócio. Trata-se de uma área nova e promissora — disse Lica.

A produtora diz que a tendência, hoje, é fazer a celebração em lugares inusitados, cada vez mais fora da igreja, e em torno de um tema, tudo para tornar a festa única. Ela já organizou um casamento inspirado na Costa Amalfitana, na Itália, para onde o casal cliente havia viajado. Fez outro sobre a também italiana Sardenha. Um temático, com o título Jardim Encantado, e outros à beira-mar e em fortalezas da Ilha.

Para Lica Paludo, o item que não pode faltar nos casamentos mais sofisticados é o alinhamento entre todos os detalhes do tema da produção, desde o início até o final da festa. A produtora pensa até no tamanho do altar e nas luzes cênicas ideais para as filmagens do casamento.

Organizar uma celebração leva, no mínimo, seis meses na Lica Paludo Produções. Mas o ideal é que o casal reserve um ano para preparar tudo. A equipe tem 10 funcionários permanentes, e 40 terceirizados para cada casamento. Na hora da festa, até 200 pessoas trabalham. Perguntada sobre qual é a tendência do segmento de casamentos hoje, a produtora Mari Ferraz responde que é “simplesmente tudo”.

Aos que querem economizar, mas não muito

Para os meros mortais, porém com algumas posses, as novidades da indústria mais procuradas atualmente são as cabines fotográficas, que saem por R$ 2,8 mil para 200 convidados, bartenders que preparam drinks diferentes, interagem com os convidados e animam a festa por R$ 2,2 mil a equipe. E ainda pares de havaianas para todas as mulheres convidadas que cansarem de dançar com o salto alto. Cada par custa R$ 5,50.

Mari, que trabalha há oito anos com casamentos, afirma que a celebração não é mais um evento pequeno, mas uma atração. Hoje, diz ela, os noivos querem que os convidados se divirtam muito e que, principalmente, lembrem do seu casamento como uma festa perfeita, em que a comida era a mais saborosa, com a melhor música e no lugar mais bonito”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: