Algumas linhas dos primeiros passos

27 abr

Era uma vez um casal que descobriu que a melhor coisa do mundo era estar junto e quis viver do melhor jeito do mundo: junto. Desde o primeiro beijo era um na casa de outro e o outro na casa de um. Uma espécie de revezamento para que esse “estar junto” não comprometesse os laços familiares paralelos. Paralelos estes, que começaram a se tornar uma coisa só. Estar com Hívan em qualquer lugar, com qualquer pessoa ao redor, era, e ainda é, a melhor coisa. Prioridade. Estar com Ju também.

Se era bom pra ele estar com a família dele, eu queria estar com a família dele. Se era bom pra mim estar com a minha família, ele também queria estar com a minha família. E estarmos juntos passou a ser condição pra que tudo fosse melhor. Com os amigos, na rua, no carro, em casa…

E assim, começou a preocupar uma vez que eu e ele queríamos estar juntos todos os dias, mas não necessariamente as pessoas à nossa volta precisariam estar condicionados a isso… Não é porque a mãe do Hívan queria estar com ele, que ela teria que dormir vestida todas as noites (porque eu estava lá). Exemplo. E vice-versa. Essa nossa “coisa” começou a interferir na intimidade, na particularidade, no “à vontade” de cada um da nossa casa… Eu namorava com o Hívan, com o pai, a mãe, a irmã e cachorrinha dele. Hívan namorava comigo, com a minha mãe, irmã, agregados e cachorras… Fora que era uma boca a mais em cada casa, um banho a mais, um carro a mais…

Não que não fosse tudo uma maravilha. Os jantares eram animadíssimos, engraçadíssimos… Tinha mais uma pessoa pra discutir o que estava passando na tv. Mais um pra trazer um pão, um filme, ir ali no mercado…

Mas como tudo tem limite, foi aí que resolvemos partir pra o nosso canto.

Eu, estagiária, salário de 400 reais. Ele, repórter, salário de 1000. Ahhh, como o amor que a gente tem tudo se acerta! Qualquer aperto será uma delícia! Foi assim que a gente saiu de casa pensando.

E assim foi.

Nosso, a gente tinha: um colchão de casal, uma geladeira, um carro e uma tv de 14 plegadas.

Achamos aquela casinha mágica das fotos do post anterior, que o aluguel custava pouco mais que meu salário. Os pais do Hívan compraram um fogão novo e nos deram o velho. Um sofá também sobrou de lá. Um tio deu uma cama e uma mesinha pra tv. Minha mãe emprestou uma mesa de madeira que está com a gente até hoje. Minha vó mandou tudo que possam imaginar de cozinha (pratos, talheres, travessas, panelas, jarras, escorredor, porta detergente, lixinho de pia, etc etc, etc… E depois de um tempo, uma máquina de lavar).

E morar ali foi uma delícia, enquanto durou. Pertinho do mercado, fácil de limpar, 900m da praia, mezanino, cabo de tv, banheiro direitinho, quarto arrumadinho, cozinha/sala boa. Conseguimos deixar tudo bemmm com a nossa cara e aos poucos fomos colocando tudo no lugar.

Depois de um ano e meio, nos mudamos dali. Começamos a namorar em julho de 2008, fomos morar juntos em abril de 2009 e nos mudamos em outubro de 2010. Nos mudamos em busca de uma coisa maior, mais arejada, com quintal, branquinha, novinha… Adotamos um cão. Algo mais estável. Mais com cara de casa. Mas sem a magia da outra casa… Que ficou na memória de “Ahhh… Nossa primeira casinha…”. E em breve espero mudar de novo! Pra algo nosso de verdade!!

Mas calma, calma… Dá tempo! “Depois do casamento a gente vê isso…”

Anúncios

2 Respostas to “Algumas linhas dos primeiros passos”

  1. Fernanda abril 28, 2011 às 12:33 am #

    Adorei… estou montando a minha primeira casinha com o Bruno (Mateini, rs) agora e tudo eh mto bom e mágico!!! Nao vejo a hora de morarmos juntos…
    Parabéns pelo blog e pelo bendito casório! bjos, Fê

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: